Boletim 13/11/11 – Pág. 4

MISSÕES: PROJETO NOVA*

Amada Igreja,

Ontem eu tive vontade de ir pra rua, o inimigo falou ao meu ouvido “te falta algo para comer, vai se prostituir e seguir seu destino”. Mas essa não é a vontade de Deus! De repente, lembrei-me de abrir uma gaveta e lá estava um pacote de fubá, um trigo, um pacote de fermento e um mate leão. Sorri, mandei meu filho comprar seis ovos e um leite com as moedas que eu tinha.

Milagrosamente fiquei empolgada e fiz três assadeiras de bolo. E quando vi, estava com uma vasilha de bolo na rua, vendendo meu gostoso bolo de fubá. Como Deus é bom pra mim! Ele sempre me mostra que há tempo. Há tempo para chorar e tempo para sorrir.

Obrigada, amada igreja, por sempre colocar fubá, fermento e trigo na cesta que a igreja me doa! Sei que cada grão de alimento que chega a minha casa, vem regado com muito amor e, principalmente, muita oração!

Estou descansando a prostituta que habita em mim, mas creio que Deus e a oração de todos vocês vai me ajudar a expulsar essa prostituta que me domina há quase 30 anos.

Não desistam de mim. Continuem orando, pois eu quero um dia estar junto de vocês, orando por minhas colegas! Estou gostando de vender bolo… Acho que vou mudar de profissão!

Sou tão grata a Deus por participar do projeto, pois em cada reunião eu me surpreendo e aprendo. Vejo o sorriso, vejo as pessoas se dedicando umas às outras sem querer ou pedir nada em troca. Vejo pessoas se doando de uma maneira que eu nunca tinha visto antes. Sou grata a Deus cada vez que sou convidada a participar de uma reunião na Igreja Batista. Sou grata a Deus por ver tanta gente bonita, mas bonita mesmo! Pessoas que a beleza interior é tão grande que transpassa no olhar e no sorriso. Com certeza são pessoas com Jesus no coração!

Eu sou muito grata a toda Igreja Batista, não só pelo alimento, mas pelo que vejo e aprendo cada vez que participo das reuniões. Muito obrigada Amada Igreja por tanto carinho e amor! Quando estou com vocês eu me esqueço de que sou prostituta, eu me esqueço de que tenho HIV, eu me esqueço dos sofrimentos e me sinto amada por todos.

Que Deus continue abençoando toda a igreja e que nunca falte amor e paciência a vocês, pois sei o quanto é difícil lidar com profissionais do sexo.

Esse amor que recebemos de vocês preenche vazios em nossas vidas! Obrigada amada igreja por tanto carinho! Deus abençoe a todos os membros da Igreja!

Estou vivendo de esperança. Sonho que vou morrer depois dos 70 anos (ainda faltam 35 anos). Sonho que serei chamada de filha de Deus!

Estou vivendo de sonhos e de esperança. Sei que sou boba, pois são apenas sonhos, mas são eles que me mantem viva por um dia!

Orem por mim e muito obrigada!!!

Evanir

(Uma das mulheres que fazem parte do Projeto NOVA)

*Projeto que trabalha com o objetivo de mudar vidas que são escravizadas pelo comércio sexual.

 

Carta publicada no Boletim Informativo da Primeira Batista

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *