Notícias

Cruzadinhas para Concursos reverte porcentagem para o Projeto NOVA

As Cruzadinhas para Concursos Ltda surgiram da ideia de um concursando, já servidor público, que vinha se preparando para a disputa de uma vaga de maior renome na carreira pública e que durante suas férias de fim do ano de 2009 com a família viu a necessidade de continuar no ritmo de seus estudos, mas de uma maneira diferente, já que se encontrava em um período não muito oportuno para seguir no método tradicional de estudo, uma vez que não gostaria de perder o tempo de qualidade que teria com seus familiares naqueles dias. Diante de tal necessidade e após buscas e pesquisas sem sucesso para atendê-lo, veio então a ideia de se ter um material de complementação e fixação do conteúdo a ser estudado, que permitisse unir o útil ao agradável, podendo ser aproveitado inclusive nos pequenos espaços de tempo disponíveis no dia a dia. Como adepto das tradicionais cruzadinhas, inclusive na viagem realizada para as mencionadas férias, veio então a visão de se ter periódicos de palavras cruzadas das principais matérias voltadas especificamente para concursos públicos. Com isso, mobilizou-se em comentar a ideia com vários colegas concurseiros que se encontravam em situações parecidas (êxitos obtidos em vários concursos, porém sempre almejando algo melhor) e resolveram então, preparar da melhor forma possível, em linguagem objetiva, de concurseiro para concurseiro, as CRUZADINHAS PARA CONCURSEIRO.
Parte das vendas das cruzadinhas serão revertidas para o Projeto NOVA. Não é uma ideia incrível? Então passe por lá e se cadastre no site.

http://www.cruzadinhasparaconcursos.com.br//

Posted by viviane in Notícias, 0 comments
Parceria com SEBRAE

Parceria com SEBRAE

Cursos de Empreendorismo

Dias 13 de março a 20 de abril, o Projeto atendeu 27 mulheres inscritas, mulheres em situação de vulnerabilidade social foram beneficiadas com cursos de empreendedorismo através do Cine SEBRAE, oficinas de confeitaria e artesanato.

Parceria com SEBRAE

O SEBRAE/MS, ofereceu capacitação em empreendedorismo através do CINE SEBRAE, uma série de filmes que foram usados para ilustrar os seguintes temas: Motivação, Empreendedorismo e Atendimento ao Cliente. As oficinas foram oferecidas inteiramente gratuitas.  Os filmes exibidos tiveram uma grande aceitação por parte das mulheres, através de uma linguagem contextualizada e com situações divertidas elas puderam entender melhor o que é empreendedorismo, motivação e como vender seus produtos de maneira mais clara.

Através das palestras tive um despertar maior para o empreendedorismo, me ajudou a ter coragem para produzir e vender os produtos ensinados, com maior segurança.” D. C.

Sei que várias mulheres saíram das palestras mais confiantes… agradeço a Deus ter a oportunidade de participar de palestras edificantes, que mudaram meu jeito de pensar… tenho sonhos como as galinhas do filme “fuga das galinhas” e sei que pra alcança-los devo ter planejamento, sabedoria, discernimento, disciplina e respeito, muito respeito ao consumidor.” E. C.

Confeitaria

O Culinarista, Carlos Higa, foi o professor que pode compartilhar um pouco de sua experiência e conhecimento com as mulheres. Elas aprenderam a produzir: ovos de páscoa, bombons, trufas, tortas e pão de mel. “Projeto Nova, um projeto de Deus, quando me propus a ajudar, não tinha ideia de quanto seria abençoado por Deus, ao dividir o pouco do meu conhecimento com as meninas. Mas na verdade elas que me ensinaram muito, sobre a vida, a garra, a perseverança, a fé, a amizade, e também sobre Deus. Hoje agradeço ao Pai, por ter me colocado no caminho delas, e sempre que elas precisarem, estarei a ajudar. Deus as abençoe, e parabéns à todos do Projeto Nova.´´ Carlos Higa

Artesanato

A Artesã, Elaine França Ramos de Moraes, ministrou cursos de artesanato, mostrando que é possível gerar renda através de materiais recicláveis, ensinou técnicas de decoupagem em latas, MDF e pulseirinhas de macramê. Pode ensinar que mesmo que seja algo simples, é possível oferecer qualidade e bom gosto.

dar aula para o Projeto Nova foi a realização de um sonho… foi um aprendizado, pois vi que elas não estão nesta vida porque querem, mas porque infelizmente a vida as levou para este caminho. Pude ver o  potencial que cada uma tem, força de vontade e o mais importante que querem sair da condição que estão. E pude perceber que precisam de mim, e enquanto Deus me der vida e saúde, eu estarei ajudando com conhecimento que tenho.” Elaine Moraes

Posted by viviane in Notícias, 0 comments
VIDA NOVA

VIDA NOVA

Vida Nova. É isso que Jesus Cristo nos proporcionou com sua morte e ressurreição. E essa novidade de vida não é um privilégio para algumas pessoas. Ele pagou o preço por todos nós, todos! Mas até hoje, por ainda não ter experimentado deste amor que renova, muita gente está vivendo em meio ao falso e efêmero sentimento de prazer proporcionado pelo mundo. As mulheres envolvidas no comércio sexual muitas vezes fazem parte deste grupo que sonha conhecer amor de fato. Enxergando essas mulheres com os olhos de Jesus e com esperança de realizar este sonho de viver um amor verdadeiro, que se renova e dá nova vida, nasceu o Projeto NOVA. Famílias de Campo Grande que desejam uma vida diferente, são atendidas pelo projeto, que promove qualidade de vida através de ações sócio-educativas. Além de levar o amor de Cristo a essas pessoas, o NOVA tem como objetivo ampliar as possibilidades de vida baseados nos princípios ético-cristãos.

Assim como qualquer outro projeto que visa ajudar as pessoas e oferecer oportunidade de autonomia na vida de forma saudável, o NOVA enfrenta muitos desafios. A existência do projeto, por exemplo, só é garantida graças ao envolvimento das pessoas. Cada centavo investido no NOVA é de grande valia na recuperação de uma vida e no renovo de sonhos. O apoio em oração também é fundamental!

As mulheres atendidas pelo projeto que desejam ser resgatadas da vida de exploração sexual, são ensinadas, apoiadas e estimuladas para que no futuro cada uma delas possa ter autonomia financeira. Para tanto, é necessário tratamento Médico e Odontológico, além de atendimento Psicológico e reabilitação da dependência de substâncias psicoativas. Enquanto são tratadas fisicamente, recebem ainda melhores condições de vida com móveis, roupas, alimentação e oportunidade de fazer cursos de capacitação profissional e recolocação no mercado de trabalho. O NOVA oferece também um grupo social em amor, realizando atividades mensais com palestras motivacionais e terapias em grupo que estimulam a mudança de pensamentos e atitudes, com objetivo de criar o desejo de mudança do estado social dessas mulheres, despertando nelas a vontade de irem em busca dos seus sonhos.

Mas o NOVA não se restringe apenas no cuidado com as mulheres em situação de risco. A família toda entra no atendimento. Os filhos, por exemplo, são cuidados com acompanhamento psicológico, atividades sócio-educativas e doação de leite, fraldas, alimentos nutritivos, material escolar. Todas as famílias são frequentemente visitadas por membros do Projeto para um cuidado e atenção particular.

Entre tantos desafios, as maiores dificuldades estão no transporte e no atendimento. “Estamos em reforma da nossa Casa Apoio, para o atendimento in loco, e por um Carro Utilitário para transporte de doações e visitas semanais”, destaca Viviane Vaz, esta Casa Apoio será mobiliada e mantida pelo Projeto, um centro de convivencia e cidadania.

Muitos são os sonhos do Projeto NOVA. Muita coisa ainda está no planejamento e nas orações. A Casa Apoio e o carro utilitário são os atuais desafios. Se você puder ajudar a realizar estes sonhos, contribuindo assim com o sonho de muitas outras pessoas, entre em contato com o Projeto NOVA pelo (67) 3041-4435.

Por Rafaela Gizzi

Posted by admin in Notícias, 1 comment
Depoimentos para Conferência Missionária

Depoimentos para Conferência Missionária

CONFERÊNCIA MISSIONÁRIA

 

eu não tenho papai… meu pai só é um … minha história é assim… ele só rouba… eu queria que ele vivesse até o resto da vida lá, porque é isso que ele merecia ele só rouba… eu não sei se ele é meu pai.. eu não roubo, eu não mato… meu pior dia é dia dos pais, porque eu não tenho um pai.”
(V. 8 anos)

Quando minha mãe ia pra rua se prostituir pra levar o alimento pra casa.. ai desde ai que eu comecei com esse negócio de vender droga, pra tirar ela dessa vida né. Eu queria tirar ela dessa vida mas não tava vendo onde que eu tava entrando
(L. 17 anos)

Com 9 anos de idade eu tive a primeira relação sexual com o irmão da minha mãe… depois eu fui entender  que eu já era garota de programa desde os 9 anos… a única coisa que consegui da prostituição foi 3 filhos sem pai, HIV e mais nada…
(E. 37 anos)

Esses foram alguns dos testemunhos que impactaram quem esteve presente na 16ª Conferência Missionária da Primeira Igreja Batista, com o tema “Em um Brasil em trevas Seja LUZ” . Na oportunidade o Projeto Nova pôde apresentar seus desafios e testemunhos. Muitos ficaram impactados e para a glória de Deus se voluntariaram para servir a Deus no Projeto.

Posted by admin in Notícias, 1 comment

Entrevista – Perspectiva de Futuro, Setor Sucroalcooleiro e Exploração Sexual, o que tem haver?

Por Jéssica Machado

Sim, todos esses assuntos fazem parte de uma mesma conversa. Em estudo (Arquivo PDF) divulgado pelo XI Congresso Luso Afro Brasileiro de Ciências Sociais, realizado na Bahia no ano passado, o setor Sucroalcooleiro crescente e próspero em Mato Grosso do Sul, teve consequências não imaginadas. Ruins para a sociedade.

Por quê? O motivo é óbvio. Com a perspectiva de um futuro promissor para o estado como um todo, as indústrias desse setor foram implantadas em cidades do interior do estado, fazendo aumentar a população dessas pequenas cidades e assim, os problemas sociais. Um desses problemas foi a Exploração Sexual Infantil.

No dia 18 de Maio foi comemorado o Dia Nacional de Combate à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Em Campo Grande existe um programa chamado Projeto Nova que promove qualidade de vida (bio/psico/sócio/ambiental e espiritual) às famílias assistidas, com o objetivo de apresentar uma NOVA vida, baseados nos princípios de Cristo Jesus.

Como protesto, Viviane Vaz que é Coordenadora do Projeto Nova, publicou um vídeo (http://www.youtube.com/watch?v=6Bknx43ps5A) para contribuir nessa luta.

Repórter: Quando você percebeu que as crianças do projeto mereciam tanta atenção como as mulheres?

Viviane: O Projeto com as mulheres já existia, e através do contato com as profissionais do sexo, percebemos que um dos maiores motivos delas continuarem nas ruas era por causa dos filhos. Para dar alimento e tentar oferecer algo de bom aos filhos, que já não tinham amor paterno. Percebi também que elas tinham muita culpa e por isso não disciplinavam, e por consequência da falta de estrutura familiar se envolvem numa série de situações de risco. Foi então que nos despertamos para um olhar mais sensível a essas crianças.

R: No dia 18 de maio, você lançou um vídeo a favor do Dia Nacional de Combate à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, porque é importante falar sobre esse assunto?

V: Porque cremos que somente falando sobre o assunto as pessoas irão prestar mais atenção em seus filhos, crianças próximas, que possam estar sofrendo com isso e estão tímidas e caladas. Creio que o Abuso Sexual na infância é mais do que um ato sexual é uma agressão muito grande na mente, na formação emocional dessa criança como ser humano. Os casos são muito mais comuns do que a sociedade pensa, e ao falar do assunto, podemos conscientizar, instruir os pais e crianças a evitarem que talvez essas crianças tenham seus futuros comprometidos.

R: Existe uma preocupação com as cidades do interior do estado também nesse sentido. O projeto tem planos de atender outras cidades?

V: Claro que sonhamos em expandir para os focos de maior prostituição, especialmente a pedofilia. Estamos atendendo uma adolescente que reside em Corumbá, mas por enquanto temos muito trabalho a fazer na nossa capital. Ainda estamos no começo do nosso trabalho.

O projeto tem por objetivo atender famílias constituídas apenas por mães e filhos, ou seja, que não tem um pai provedor. Elas são semi-analfabetas e não tem uma profissionalização, por isso vivem da exploração sexual para terem condições de se alimentar e pagar uma moradia, que muitas vezes não têm as mínimas condições de salubridade.

Posted by admin in Notícias, 0 comments